É obrigatório! Todos os anos as empresas precisam definir o regime tributário que será considerado na apuração e no recolhimento de tributos, o que para muitos gera insegurança e dúvidas sobre o melhor formato para a realidade do negócio: Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional? Como ter certeza de que está tomando uma decisão assertiva?

Conheça os principais regimes de tributação dos impostos federais: Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional 

Essa dificuldade se agrava pelo fato de estarmos em um país que tem um sistema tributário bastante complexo. Aqui os fatores determinantes para essa tomada de decisão são numerosos: expectativa de faturamento, segmento de atuação, comportamento do negócio, número de colaboradores, localidade da empresa e por aí vai!  Além disso, outro item importante precisa de atenção: a lista de atividades impeditivas, ou seja, dependendo da atividade que a empresa atua, ela pode ficar “impedida” de ingressar em algum dos regimes tributários. Mais uma lista longa e cheia de “pode” e “não pode” que deve ser consultada e analisada antes da escolha.

Enfim, é muita coisa para avaliar e o tempo é curto!

Atenção para o prazo

Para 2018, o prazo final para definir o regime de tributação das empresas se esgota dia 31 de janeiro. Após isso, para a maioria dos contribuintes, a opção será possível somente no mês de janeiro do ano-calendário seguinte.  Por isso, é necessário agir logo para não perder o prazo e garantir que a sua empresa NÃO pague mais impostos do que o necessário por falta de cuidado na hora da escolha do regime tributário. Ele é o principal “balizador” das taxas e dos valores dos impostos que a sua empresa deverá pagar, inclusive sendo o responsável por fazer com que o seu negócio tenha (ou não) direito a alguns incentivos fiscais.

Fique atento. A escolha do regime tributário não deve ser feita de forma aleatória!

É imprescindível uma avaliação periódica para não deixar escapar oportunidades de economia no pagamento dos impostos. Menos tributos vão resultar e mais competitividade para a sua empresa, já que a precificação de seus produtos e serviços será realizada com mais fôlego!

É devido a tamanha importância e complexidade que muitas empresas estão tomando uma atitude bastante inteligente para não correr o risco de pagar tributos a mais:  fazer um bom planejamento tributário com profissionais capacitados e que entendem das particularidades da empresa e do segmento em que atua, pois, cada ramo possui suas especificidades.

Contar com a experiência e o apoio de profissionais que realmente entendem do assunto pode trazer grandes resultados para a sua empresa e evitar muitas dores de cabeça para você!

Precisa de ajuda na escolha do regime tributário da sua empresa?  Podemos te ajudar! Nossos especialistas ligam para você!

Assine nossa newsletter

Assine a Newsletter

Digite aqui seu email e receba conteúdos exclusivos.

Leia também:

eSocial: fique atento aos prazos

O eSocial começou no dia 08 de janeiro de 2018  e terá novas fases implantadas gradativamente até janeiro de 2019, quando se torna obrigatório também para órgão...

Continue Lendo

eSocial: Multas que as empresas podem sofrer caso não se adequem ao projeto

O projeto eSocial modificou a forma e os prazos de envio das informações prestadas ao governo federal para que as empresas se mantenham de acordo com a legislação. Ele...

Continue Lendo

O eSocial já começou. Tudo tranquilo aí na sua empresa? Se ainda há dúvidas, com certeza esse artigo vai te ajudar!

O eSocial entrou em vigor há poucos dias (8 de janeiro de 2018) e segue causando muitas dúvidas no mundo dos negócios. Por isso, levantamos as mais recorrentes e...

Continue Lendo

Copyright © 2017 Viasoft - Todos os direitos reservados.

Ligamos para você!

Informe seus dados e receba a ligação de um dos nossos especialistas nos próximos minutos.










Se você já é cliente e está procurando atendimento visite nossa Central de Atendimento, clique aqui.